Paraplégico não se levantou para o hino nacional e foi agredido

Este caso aconteceu na Índia há alguns meses atrás, mas só agora foi tornado público.
Salil Chaturved é ator, escritor e ativista dos direitos das pessoas com deficiência na Índia e foi agredido por não se levantar para o hino nacional.


Salil estava no cinema com a sua mulher, quando toca o hino nacional antes do filme começar, todo o cinema se levantou, menos ele, pois é paraplégico e este problema físico não o permite fazer
Num relato que Salil fez à televisão britânica, diz que "É um daqueles em que me sinto excluído por ser o único sentado. É um sentimento inquietante"

No entanto o problema agravou-se quando foi agredido com uma pancada na cabeça, vinda da fila de trás, onde um homem lhe faz um gesto para se levantar, depois este incidente tornou-se numa violenta discussão entre a mulher de Salil e o homem que o agrediu, até que o homem se apercebeu do erro que havia cometido.
Este caso deixou-o ainda assim a refletir sobre o crescente nacionalismo no país, que leva alguém a agredir um completo estranho, apenas por não se ter levantado durante o hino nacional.

Salil Chaturved deixou ainda algumas questões:
"Que estava ele a pensar? Foi um ato irrefletido? O amor pelo seu país (que também é o meu) é tão avassalador que ele não sente nada ao agredir alguém? Como saberia ele se eu não iria ripostar?",

Veja também

A avó mais "cool" da internet

Partilhar

Relacionados

Próximo
« Anterior
Anterior
Próximo »